Siga-nos nas redes sociais:

“Ninguém se salva sozinho”

Diante de uma Praça São Pedro completamente vazia, mas nunca antes tão cheia, com fiéis do mundo inteiro unindo-se espiritualmente ao Sumo Pontífice, em celebração histórica no dia 27/03, o Papa Francisco dirigiu-se ao mundo, à luz da passagem do Evangelho de Marcos em que Jesus acalma a tempestade. Num final de tarde chuvoso em Roma, Francisco começou: “Há semanas, parece que a tarde caiu. Densas trevas cobriram as nossas praças, ruas e cidades; apoderaram-se das nossas vidas, enchendo tudo de um silêncio ensurdecedor e de um vazio desolador. Nos vimos amedrontados e perdidos.”

O Papa acrescentou que, diante da situação em que vivemos, estamos todos no mesmo barco. Seja no Evangelho com os discípulos, seja agora conosco, lá está Deus. Em meio à tempestade, Ele dorme – único relato no Evangelho em que Jesus dorme, como observou Francisco. Ao ser despertado, questiona: “Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?” (Mc 4,40). “A tempestade desmascara a nossa vulnerabilidade e deixa a descoberto as falsas e supérfluas seguranças com que construímos os nossos programas, os nossos projetos, os nossos hábitos e prioridades. Mostra-nos como deixamos adormecido e abandonado aquilo que nutre, sustenta e dá força à nossa vida e à nossa comunidade.”

O Santo Padre também questionou as prioridades do mundo, afirmando: “Na avidez de lucro, deixamo-nos absorver pelas coisas e transtornar pela pressa. Não nos detivemos perante os teus apelos […]. Avançamos, destemidos, pensando que continuaríamos sempre saudáveis num mundo doente […].”

Francisco falou ainda a respeito da heroicidade dos anônimos, “médicos, enfermeiros, funcionários de supermercados, pessoal da limpeza, transportadores, forças policiais, voluntários, sacerdotes, religiosos e muitos outros que compreenderam que ninguém se salva sozinho.” Ao final, concluiu: “Deste lugar que atesta a fé rochosa de Pedro, gostaria nessa tarde de confiar a todos ao Senhor, pela intercessão de Nossa Senhora, saúde do seu povo, estrela do mar em tempestade. Desta colunata que abraça Roma e o mundo, desça sobre vocês […] a bênção de Deus. Senhor, não nos deixeis a mercê da tempestade.” Após, o Papa adorou o Santíssimo e concedeu a bênção Urbi et Orbi, à cidade de Roma e ao mundo, com a anexa indulgência Plenária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais
Posts Relacionados
Ajude o Rio Grande do Sul

Ajude o Rio Grande do Sul

Neste difícil momento pelo qual passa o Rio Grande do Sul, a Diocese de Santo André se une em oração e apoio ao povo gaúcho, que enfrenta as consequências das

Programação da Semana Santa 2024

Programação da Semana Santa 2024

24/03/2024 - 9h00 - Domingo de Ramos: Procissão de Ramos saindo de cada comunidade (N. S. das Dores será junto com a Matriz Paroquial); missa única de Ramos às 10h00

Programação da Festa de Santo Oscar Romero 2024

Programação da Festa de Santo Oscar Romero 2024

21/03/2024 - 19h00: 1º Dia do Tríduo de Santo Óscar Romero - Missa por Cura e Libertação com Bênção do Santíssimo com o Padre Sidcley; 22/03/2024 - 19h00: 2º Dia

Tanus e Vilma: música e companheirismo

Tanus e Vilma: música e companheirismo

Quem frequenta as missas na Comunidade Santo Óscar Romero certamente já viu o coral do Tanus e da Vilma cantando. Poucos sabem que a história dos dois começou na própria

Óscar Romero: mártir da América

Óscar Romero: mártir da América

Neste mês de março, a Igreja celebra a festa litúrgica de Santo Óscar Romero. Monsenhor Romero, enquanto arcebispo de San Salvador, trabalhou sempre tendo em vista a união e o

O Fusca do padre

O Fusca do padre

O ano de 2024 chegou trazendo consigo muitos desafios para as nossas comunidades. São muitas coisas a serem feitas, entre serviços de reparos, reformas e modernização, bem como adequações legais